STF adia julgamento sobre parcialidade de Moro e mantém Lula preso

em Brasil/Justiça/Lula/Notícias/Política por

Com os votos de Edson Fachin, Celso de Mello e Cármen Lúcia, a Segunda Turma negou a concessão de uma liminar para soltar Lula.

LULA CONTINUA DORMINDO NA CADEIA.

Votaram pela soltura Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*